Não tem filhos, mas cativa crianças



Sabe aquelas pessoas que ainda não tem filhos, mas que tem um enorme carinho com o(s) seu(s) filho(s)? Pois é, eu conheço pessoas assim!
Recentemente, assisti a um programa de televisão que, na realidade, estavam abordando o tema “ser anfitrião” e a entrevistada, que ainda não possui filhos, relatou sobre o quanto ela gosta de receber pessoas em sua casa e oferecer conforto e mimos aos seus convidados. No meio da entrevista, ela comentou que iria comprar (ou já comprou) um redutor de assento infantil para banheiro e um berço móvel para contribuir com a hospedagem de quem fosse com crianças. Bacana, né?! Mesmo ela não tendo filhos, mas pensa em detalhes visando conforto e praticidade para os pais e, claro, os seus pequenos hóspedes. E com toda a simpatia que ela aparentava ter, afirmou que lá, necessariamente, tinha que ter estes itens.
Admiro esse cuidado que essas pessoas tem, pois pensam, carinhosamente, nas crianças seja de amigos ou de familiares, quando ainda não tem filhos. Digo isso, pois geralmente, há pessoas que, respeitosamente, não pretendem ter filhos ou ainda não tem e, em algumas situações, podem não compreender uma birra em lugares públicos, podem se incomodar em sair com casais com crianças ou quem sabe se incomodar com determinado comportamento infantil, inclusive, podem não compreender a rotina de horários de pais e filhos.
Até imagino que essas mesmas pessoas que estou me referindo no post, devem receber constantes cobranças sobre se pretende e quando vai ter filhos. Bom, mas isso renderia assunto para um outro post, hein?!
De qualquer forma, independente da escolha dessas mulheres que não tem filhos (seja por opção ou porque ainda não tenha chegado o momento ideal), mas gostam de crianças, o cuidado e carinho que elas tem com nossos filhos, cativa não somente à criança, mas seus pais também.
Eu, por exemplo, tenho uma amiga, que ainda não é mãe (mas creio que tão logo, será J rsrsrs), mas ela é toda preocupada e carinhosa com Milena e os filhos de outras amigas também (todos curtem a “Tia Karen”). Em um encontro na casa dela, as crianças encontraram papel, tesoura sem ponta, giz de cera, televisão com programas infantis, enfim...no final, estava uma bagunça muito gostosa! Sei ainda que ela irá comprar também massinhas de modelar para aumentar o seu “kit criançada” para quando receber essas ilustres visitas rsrs.
 
Penso que estas pessoas quando forem mães, exercerão uma excelente maternidade e/ou caso não tenham filhos no futuro, ainda assim, serão ótimas companhias pelo carinho e tratamento com as crianças.
E vocês, conhecem alguém assim?
Abraços,
Larissa Andrade.

12 comentários:

  1. Conheço sim .. uma amiga que ama crianças, tem a maior afinidade e facilidade em conquista-las e um problema imenso para engravidar .. dá uma pena ... rezo sempre pra ela conseguir ... bjsss

    Obs. Está rolando alguns sorteios bem legais no nosso diário, passa lá pra conferir e participar!!!

    Roberta & Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Larissa realmente a Karen tem um jeitão especial com crianças, quando virar mãe será um super mãezona, admiro muito essas pessoas pois sempre amando muito crianças as vezes não gostava e outra vezes não entendia o certo comportamento de algumas crianças, mas então Deus me presentou com três tesouros e muita coisa mudou. Hoje penso mil vezes antes de jugar alguém (risos), vai que eu pago pela minha língua.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberta!
    Bacana pessoas assim por perto, né?! Na torcida pela sua amiga, espero que logo logo ela consiga ser mamãe!
    Vou passar lá sim!
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir
  4. Oi Desirée,
    Também acho que ela será uma mãezona!
    Quando nos tornamos mãe, muita coisa muda. Eu também procuro não julgar pai e mãe por aí, na realidade, procuro entendê-los rsrs
    Beijos pra vc e o trio!
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir
  5. imagino amiga
    com certeza pessoas assim
    exercerão um maravilhoso papel materno, pessoas que se preocupam com o proximo.

    Lindo Dia

    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  6. Quando eu não tinha filha eu encantava até serpente hehe as crianças me buscam rs.. eu crio brincadeiras, fantasias com papel, saco de lixo, cx de papelão, qq coisa rs.. imaginação sempre hehe bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Nanda!
    Também acho que exercerão um papel materno muito bom! Pessoas assim, tendem a atrair crianças, desde cedo rsrs.
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir
  8. Oi Jorge!
    Encantava até serpente é? rsrsrsrsr muito bom! Pelo visto, vc leva jeito mesmo, hein?! Crianças gostam de quem brincam com elas...Zoe terá belos momentos brincando com o pai! :)
    Bjos,
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho uma amiga assim!! E é muito bacana vê-la tratar o Dan com tanto carinho...em geral, quem não tem filhos, é meio impaciente e arisco...eu mesma, antes de ser mãe, achava bem chata birra de criança. Tem coisas que só vivendo para se aprender. Mas, acredito que há pessoas que nascem com esse dom de encantar crianças mesmo! Sem qq esforço, ganham atenção.

    ResponderExcluir
  10. Oi Myriam,
    é bem assim mesmo e é tão bom quando vemos alguém, mesmo ainda não tendo filhos, tratando com carinho nossos filhos e eles gostam e retribuem, uma interação e tanta.
    Beijos,
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir
  11. Karen Abdalla22/04/2014 13:47

    Eu, Tia Karen, amo os filhos das minhas amigas. Para mim, são meus SOBRINHOS e SOBRINHAS.

    Não tenho filhos, mas sei o que as super-mamães passam no dia-a-dia. Respeito e tiro o chapéu para todas.

    Acho que aprendi a ser tia quando a minha irmã mais velha virou mamãe. Mas é um processo que nunca acaba porque cada geração está vindo com suas peculiaridades :p Na verdade, estão cada vez mais espertos.

    Ainda quero montar um quarto de brinquedos para as minhas ilustres visitas. Será se consigo? Vou pedir para a Milena me ajudar.

    Adorei o post!!!

    Bjo, bjo, bjo

    ResponderExcluir
  12. Oi Tia Karen,
    Que bom que gostou do post, obrigada!
    Concordo com você quando se refere às particularidades de cada geração. Eu mesma, ficando imaginando quando Milena tiver um irmãozinho(a), sei que o amor haverá tal qual é hoje, porém, multiplicado, pois além de nós, pais, terá também o amor dela com ele(a), mas os cuidados e alguns ensinamentos estarão relacionados com o que estiver "forte" no momento.
    Certa que seus sobrinhos/as sentem-se como tal e que bom para nós também, ter pessoas assim por perto, afinal, nem todos tem perfil para dar atenção para crianças.

    Ah! Quanto ao quarto de brinquedos, ótima ideia e Milena irá ajudar sim...até imagino a cena kkkkkkkkkkkk

    Bjos,
    Larissa Andrade.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...